26 de abril de 2017

Salão Intelectual Renascentista reúne cerca de 100 participantes

O objetivo foi a projeção no passado a fim de se conectar com o presente


Editor: Vanessa Mancino

Salão intelectual renascentista reúne cerca de 100 participantes imersos em holopensenes específicos de 500 anos atrás

No último feriado do dia 21 de abril, a Consecutivus organizou o terceiro laboratório grupal, reproduzindo uma época e contexto específicos, com o objetivo de promover retrocognições nos participantes. O renascimento foi o período evocado desta vez.

Contando com uma programação diferenciada, este ano o evento trouxe momentos de trabalhos energéticos entre os participantes, como clarividência facial e reconhecimento psicométrico dos seis holopensenes representados pelos cenários da política, religião, ciência, parapsiquismo, arte e navegações. Essas atividades possibilitaram a conexão com o curso posterior, ocorrido sábado e domingo, sobre Retrovida Crítica, que levou os participantes a se conectarem com cada holopensene de forma mais profunda, investigando detalhes da retrovida crítica individual e grupal a partir de questionários aplicados nos dois dias. Análises foram feitas, discutidas, e o curso terminou com o seriexista cobaia.

Ainda no salão intelectual, foi possível experimentar as delícias da época, como o bolo de Nostradamus, por exemplo, e também conferir as novidades da culinária do renascimento, como a gelatina e o chocolate, além de outros muitos sabores singulares, representando os miúdos e carnes de caça, que foram adaptados ao que é possível encontrar na nossa realidade atual com os embutidos, frios, massas, frutas e sobremesas, para citar alguns. Além disso, houve música reportando a época, recitação de poemas e a apresentação de um breve teatro com personagens históricos também do período reproduzido.

Com vestimentas de personalidades específicas, ou apenas características de um determinado ano dentro do contexto do renascimento, foi possível perceber uma evocação do período pelas repercussões percebidas entre os envolvidos, sejam energéticas ou em termos de memória, principalmente pela sinergia grupal.

O salão contou com políticos, nobres, capitão de navegação, reis, duque, duquesa, entre outros. A vestimenta fortalece a conexão com a época estudada, gerando rapport com as vivências, desde a textura das roupas até as condições mais primitivas, que favorecem a recuperação de informações antigas de outros períodos a partir da ativação de sinapses cerebrais. Da mesma forma, a ausência de tecnologia, como o celular, por exemplo, favorece a interação entre os participantes, além da ampliação na manifestação autêntica e criativa de cada um.

Como uma máquina do tempo, o objetivo foi a projeção no passado a fim de se conectar com o presente, entendendo de forma mais profunda o mecanismo individual pessoal dentro do grupo, além de compreender a necessidade de agir de maneira mais coerente e assistencial em relação ao próprio futuro, no que se refere à programação existencial.

consalao3 consalao4 consalao5 contrajes

consalao consalao2

 

*Por Michelly Ribeiro.

Confira mais notícias

Atendimentos Consciencioterápicos

As sessões individuais são as mais procuradas pelos interessados.

Visite a Exposição METEORITOS MEMÓRIAS SIDERAIS

A exposição iniciou dia 05 de maio e vai até 09 de julho/201

Ser ou não ser (artista)? Eis a questão!

Curso Reciclagem das Posturas Artísticas aborda habilidades e gargalos evolutivos que vêm no pacote do temperamento artístico

Salão Intelectual Renascentista reúne cerca de 100 participantes

O objetivo foi a projeção no passado a fim de se conectar com o presente

Turismo Científico: O que é a Conscienciologia?

Evento aberto a todos interessados em conhecer a conscienciologia